Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

PSP publica fotografia de apoio à polícia na Catalunha: “Ânimo para os nossos colegas”

Nas redes sociais onde a fotografia foi partilhada multiplicam-se os comentários — a maior parte deles a questionar a publicação.

A publicação da PSP DR

“Ânimo para os nossos colegas da Polícia Nacional e Mossos d’Esquadra”, escreveu a Polícia de Segurança Pública (PSP) portuguesa, nas suas redes sociais, no sábado — uma mensagem de solidariedade incomum nas redes sociais da PSP.

A acompanhar a palavra de apoio às forças policiais espanholas que estão “a trabalhar pela liberdade e segurança” em Barcelona surge uma fotografia onde se podem ver dois carros da polícia: um espanhol e um português, numa fotografia tirada em Braga.

Desde que foi publicada, a fotografia já soma quase 500 comentários no Facebook. “Grande post! Realmente a polícia na Catalunha necessita de todo o apoio”, escreveu um utilizador naquela rede social. “Concordo, espoliar lojas, deitar fogo e destruir bens de todos não é defender ideias é simplesmente vandalismo”, escreveu outro utilizador no Instagram, onde a fotografia tem 75 comentários.

DR

No entanto, a maioria comentários questiona a pertinência da publicação: “A PSP devia abster-se de tomar posição sobre questões de segurança interna de outros Estados”, escreveu um utilizador no Facebook. “Eu gosto dos vossos posts e têm o melhor marketing público que existe. Mas não devem tomar partido num assunto sensível e político, mesmo que no vosso entendimento seja por camaradagem”, lê-se num comentário no Instagram. “Vocês escreveram mal repressão e nacionalismo”; “Liberdade? Só se for par aos presos que lutam pela independência” ou “Porque não apoiam a polícia de Hong Kong?” são outros dos comentários.

Desde a semana passada que as ruas de Barcelona se tornaram palco de confrontos (por vezes violentos) entre a polícia e manifestantes em protesto contra as condenações de 12 dirigentes independentistas pelo Supremo Tribunal de Espanha. Apesar de terem começado como demonstrações pacíficas, as manifestações degeneraram em violência e já feriram centenas de polícias e manifestantes, vários deles hospitalizados.

As manifestações de apoio à polícia catalã têm surgido no local: os meios de comunicação espanhóis dão conta de cidadãos que oferecem comida e flores aos polícias de serviço na Via Laietana, em Barcelona, onde se situa a sede da polícia e que tem sido uma das zonas quentes do confronto.

Ao longo da semana, nesse mesmo local, houve cargas policiais, barricadas, incêndios e agressões entre manifestantes e polícias. No sábado, os manifestantes entoavam: “Não nos dão medo, só vergonha”.