Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

Treinador desarma aluno em escola dos EUA e abraça-o: “Disse-lhe que vale a pena viver”

Aluno, de 18 anos, estava a sofrer uma “crise” relacionada com os seus problemas de saúde mental. Foi condenado a 36 meses de prisão, com pena suspensa, e está a receber tratamento.

Um vídeo divulgado no fim-de-semana mostra o momento em que um treinador de atletismo evita o que podia ter sido mais um tiroteio numa escola secundária nos Estados Unidos. Keanon Lowe, que é também segurança na escola de Parkrose, no estado do Oregon, tirou uma espingarda carregada das mãos de um aluno de 18 anos e acalmou-o com um abraço.

O caso aconteceu em Maio passado, quando Angel-Granados Diaz, actualmente com 19 anos, entrou armado na escola secundária de Parkrose, na cidade de Portland, vestido com uma gabardina escura.

Diaz levava a espingarda escondida num saco, mas os alunos e professores que se cruzaram com ele perceberam rapidamente o que estava a acontecer. No vídeo das câmaras de segurança, Diaz é visto a entrar no edifício da escola enquanto vários alunos fogem para a rua.

O alerta foi dado quase de imediato. Numa gravação áudio da polícia de Portland, ouve-se uma agente a pedir reforços: “Podemos ter um atirador em acção na Escola Secundária de Parkrose, precisamos de mais agentes.”

Mas o caso acabou por ser resolvido sem a intervenção da polícia, quando Keanon Lowe, o treinador de atletismo da escola que é também um dos responsáveis pela segurança, encontrou Angel-Granados Diaz num corredor. Percebendo que o aluno estava armado, Lowe tirou-lhe a espingarda e abraçou-o, enquanto entregava a arma a um professor que se tinha também aproximado.

“Só queria que ele soubesse que eu estava ali para ele. Disse-lhe que estava ali para o salvar e que vale a pena viver”, disse Keanon Lowe aos jornalistas, em Maio.

O vídeo foi obtido pelo canal KOIN 6 News, uma filial da norte-americana CBS, ao abrigo da lei de acesso a documentos confidenciais. A escola de Parkrose, através do superintendente Michael Lopes-Serrao, disse ao jornal Guardian que se opôs à divulgação do vídeo, dizendo que viola uma lei que protege a privacidade nas escolas.

“A divulgação deste vídeo tem um significativo impacto negativo nos nossos alunos, funcionários e famílias de Parkrose”, disse o responsável. “Não fomos alertados de que a KOIN tinha uma cópia do vídeo. Pedimos à KOIN que o retire do ar. Foi um acontecimento traumático para a nossa comunidade, e a divulgação do vídeo não ajuda nenhum dos envolvidos.”

Angel Granados-Diaz foi detido no local pela polícia. Na semana passada, um juiz condenou-o a 36 meses de prisão por levar uma arma carregada para um edifício público, e submeteu-o a um tratamento para combater problemas mentais e uso abusivo de medicação. O Ministério Público local diz que ficou claro, no decorrer das investigações, que o aluno não tinha a intenção de disparar contra os colegas e que o seu objectivo era cometer suicídio.

Segundo os números da organização Gun Violence Archive, houve 340 tiroteios com várias vítimas entre Janeiro e Setembro deste ano. A contagem do grupo inclui todos os casos em que pelo menos quatro pessoas ficam feridas, excluindo o atirador. Ao todo, 377 pessoas foram mortas e 1347 ficaram feridas nos EUA desde o início do ano em tiroteios deste género, segundo os critérios do Gun Violence Archive.

<--The partial view '~/Views/Caixas//Highlights/CaixaNOTICIA_CONT_TEXTO.cshtml' was not found or no view engine supports the searched locations. The following locations were searched: ~/Views/Caixas//Highlights/CaixaNOTICIA_CONT_TEXTO.cshtml at System.Web.Mvc.HtmlHelper.FindPartialView(ViewContext viewContext, String partialViewName, ViewEngineCollection viewEngineCollection) at System.Web.Mvc.HtmlHelper.RenderPartialInternal(String partialViewName, ViewDataDictionary viewData, Object model, TextWriter writer, ViewEngineCollection viewEngineCollection) at System.Web.Mvc.Html.PartialExtensions.Partial(HtmlHelper htmlHelper, String partialViewName, Object model, ViewDataDictionary viewData) at ASP._Page_Views_Caixas_CaixaNOTICIA_DETALHE_cshtml.Execute() in d:\Products\PUBLICO\web\wwwPublicoUOL\Views\Caixas\CaixaNOTICIA_DETALHE.cshtml:line 295-->

O mais mortífero aconteceu em Agosto na cidade de El Paso, no esatado do Texas, quando um homem armado matou 22 pessoas e feriu 24 num supermercado da cadeia Walmart. Foi o sétimo mais mortífero dos últimos 70 anos no país, desde que há registos – o mais grave aconteceu em Outubro de 2017, quando um atirador matou 58 pessoas em Las Vegas, no estado do Nevada.

Dos dez casos com mais mortes desde 1949, seis aconteceram na última década: Las Vegas (58 mortos), Orlando (49), Sandy Hook (27, incluindo 20 crianças), Sutherland Springs (26), El Paso (22) e Parkland (17).

Notícia actualizada às 13h40: o vídeo foi retirado na sequência da oposição da escola de Parkrose à sua divulgação.