Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

Mágico indiano desaparece depois de tentar recriar truque de Houdini no rio

Chanchal Lahiri, de 41 anos, foi transportado de barco e atirou-se ao rio acorrentado e com as mãos atadas, numa tentativa de recriar o truque de Houdini. Autoridades temem que se tenha afogado.

Chanchal Lahiri dentro de uma estrutura de vidro em 1998 Str Old/reuters

Um mágico indiano desapareceu no domingo ao tentar recriar um dos famosos truques de Harry Houdini num rio em Bengala Ocidental, na Índia. As autoridades temem que se possa ter afogado.

Chanchal Lahiri, de 41 anos, foi transportado de barco e atirou-se ao rio acorrentado e com as mãos atadas, numa tentativa de recriar o truque de Houdini. O objectivo era conseguir soltar-se e nadar até à margem.

As autoridades foram alertadas quando os espectadores se aperceberam que o mágico não tinha regressado à superfície.

Foram iniciadas operações de busca, com a participação de uma equipa de mergulhadores. Contudo, segundo a BBC, não se conseguiu localizar o mágico e teme-se que Lahiri tenha morrido afogado.

Jayanta Shaw, fotojornalista de um jornal local que assistiu ao truque, explicou à BBC que falou com Chanchal Lahiri antes de o mágico mergulhar no rio. “Perguntei-lhe porque é que ele arriscava a vida pela magia”, ao que Lahiri respondeu: “Se o fizer bem, é magia. Se cometer um erro, torna-se uma tragédia”.

Há mais de 20 anos, Chanchal Lahiri, também conhecido por Mandrake, tinha feito um truque no mesmo rio, tendo conseguido escapar do interior de uma estrutura de vidro que estava debaixo de água.