Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

Casa Branca anuncia que a próxima cimeira do G7 será num hotel de Trump em Miami

Mick Mulvaney garante que este é “de longe” o melhor local para a realização do evento e afirma que as alterações climáticas não serão um dos temas em discussão.

O chefe do gabinete de Trump, Mick Mulvaney, durante a conferência de imprensa onde anunciou que a cimeira do G7 irá realizar-se num hotel de Trump LUSA/MICHAEL REYNOLDS

A Casa Branca anunciou esta quinta-feira que a próxima cimeira do G7 se realizará em Junho de 2020 no complexo de golfe National Doral, em Miami, uma das propriedades do Presidente norte-americano Donald Trump.

O chefe do gabinete de Trump, Mick Mulvaney, garantiu que o Presidente dos Estados Unidos não vai obter qualquer lucro ao hospedar os líderes das sete maiores potências ocidentais num dos seus hotéis. Segundo Mulvaney, citado pela BBC, a marca Trump já é “provavelmente forte o suficiente” e não precisa de nenhum impulso.

Donald Trump já tinha sublinhado anteriormente que não está directamente envolvido nas operações diárias da Organização Trump e que são os seus filhos que gerem o negócio.

Mick Mulvaney explicou esta quinta-feira que foi elaborada uma lista com várias opções de locais na Califórnia, Colorado, Havai, Florida, Carolina do Norte, Michigan, Tennessee e Utah para a realização da cimeira. A equipa responsável pela organização do evento chegou à conclusão que o complexo de golfe National Doral era “de longe” o local com as melhores condições para a reunião.

O chefe do gabinete de Trump acrescentou ainda que a realização do evento naquele local irá permitir poupar milhões de dólares e garante, citado pelo El País, que as alterações climáticas não serão um dos temas em discussão na cimeira.