Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

FPF anuncia tréguas entre Belenenses e Belenenses SAD

Ainda não há acordo para as “pazes” definitivas entre as partes, mas, para já, as acções mútuas em tribunal foram retiradas.

Só a equipa do clube tem jogado no Restelo Rui Gaudencio

O Belenenses e o Belenenses SAD decidiram suspender as acções judiciais que tinham um contra o outro, anunciou, nesta sexta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o seu presidente, Fernando Gomes, reuniu com os líderes do Belenenses e do Belenenses SAD, Patrick Morais de Carvalho e Rui Pedro Soares, respectivamente.

“Nesse seguimento, as partes aceitaram suspender todas as acções que têm uma sobre a outra. Ontem [quinta-feira] mesmo se concretizou oficialmente este facto”, lê-se.

Na mesma nota, o órgão federativo garante que vai continuar “a trabalhar com ambos os presidentes e as suas equipas para que se alcance uma solução digna dos valores desportivos” que todos defendem.

O clube e a SAD dos “azuis” estão afastados desde o início da temporada 2018/19, quando o protocolo de utilização do Restelo pela SAD terminou e esta mudou a equipa profissional para o Estádio Nacional, no Jamor.

A Codecity, detida por Rui Pedro Soares, comprou 51% da SAD do Belenenses em 2012, mas as duas partes acabaram por entrar em litígio, seguindo-se várias acções em tribunal, com o clube a tentar impedir que a SAD usasse o seu nome e símbolos.

Outra das questões que estão a ser debatidas em tribunal é a possibilidade de o clube vencer os 10% que mantém do capital social da SAD.