Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

No momento de maior fragilidade do actual papado, a carta do antigo núncio dos EUA com acusações contra Francisco parece ser a declaração formal de guerra da facção conservadora liderada pelo cardeal Raymond Burke.